sábado, outubro 14, 2006

AUTORETRATO ENTRE CABOS

Luís Miguel Correia: imagem reflectida algures na zona de Lisboa entre Cabos, 12 de Outubro de 2006...

7 comentários:

cinderela-dos-pes-grandes disse...

Olá!... Gostei do retrato!... :)
Que razão fará do contraluz algo sempre tão expressivo?

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

Mais do que expressivo, diria que tem um quê de "milagroso", pois o meu perfil já perdeu há muitos anos a elegância aparentada na foto...

LMC

cinderela-dos-pes-grandes disse...

Estou a ver que preciso de um CONTRA-LUZ também!... ehehhe

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

Cinderela,
Pelos vistos precisamos todos. Uns de contra-luzes espeirituais, outros de luzes meramente estéticas. Eu fico-me pela ilusão de uma reflexão distorcida num vidro qualquer...

LMC

cinderela-dos-pes-grandes disse...

Gostei desse conceito de "contra-luz espiritual"! Interessante! :)

Galufi disse...

Muy lindo tu retrato. Quería agradecerte el hermoso viaje que realicé a través de tus imágenes y palabras. Tengo muchas, tantas, saudades.
Y perdón por incluirte frases de escritores portugueses en español, sólo las tengo así.
Tengo un cuaderno grande, de mis lecturas, lleno de frases y textos sobre Lisboa y Portugal. Muchas palabras se encontraron con tus fotografías... y no te puse más para no aburrirte!.
Se siente mucho tu amor por Lisboa. Cada uno tiene su Lisboa, verdad?.

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

Galufi,

Sim, a nossa cidade é sempre especial, mas acho que Lisboa, com o rio e os muitos séculos de existência ultrapassa isso. É uma cidade universal... a Ulisseia...

LMC