sexta-feira, outubro 27, 2006

A CIDADE, O PORTO E O RIO

Não há dúvida que o Tejo enriquece Lisboa em todos os sentidos e amplitudes. Do mesmo local, ali à Junqueira, pode ver-se um grande paquete prestes a largar (QUEEN ELIZABETH 2), o Palácio das Necessidades adormecido ao sol de Outono a querer esquecer a aflição de D. Manuel II acordando pela última vez em Lisboa sob bombardeamento a 5 de Outubro, turístas a desvendar os segredos do rio com a cumplicidade do S. PAULUS da Transtejo, ou as carruagens perdidas de 150 anos de combóios portugueses...

Observação e imagens de Luís Miguel Correia - 2006

10 comentários:

cinderela-dos-pes-grandes disse...

Bela descrição do lugar, bela sequência de fotografias!...
E este Tejo, sempre carregando sonhos para o mar, e Lisboa olhando esses sonhos. Sempre...

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

Cinderela,

Lisboa e o Tejo são inseparáveis. O problema é que às vezes, de tanto sonhar a cidade adormece..., e o rio não pára nunca, como o tempo.

LMC

cinderela-dos-pes-grandes disse...

É verdade. Por causa do Tejo, acho que nunca conseguiria estar bem numa terra longe do mar e de um rio... Nesse aspecto, estou bem por aqui!...;)

cinderela-dos-pes-grandes disse...

Tudo isto, no entanto, me faz uma saudade imensa da minha terra... onde não vou há um bom par de meses!

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

Cinderela,
A nossa terra é onde nos sentimos bem. A minha é essencialmente Lisboa, com alguma excepção numa ilha atlântica...

LMC

cinderela-dos-pes-grandes disse...

Exacto: não vou há demasiado tempo à MINHA TERRA!... ;)

cinderela-dos-pes-grandes disse...

Parabéns!... :)
Dia feliz!... *

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

Cinderela,

Obrigado pela atenção...

LMC

Galufi disse...

LMC,

Me encanta tu blog, gracias por abrir esta hermosa ventana a Lisboa... Luego seguiré navegando por él y te dejaré más impresiones.

"... es una sosegada ciudad con un río ancho y cargado de historia." Saramago

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

Olá Galufi,

Desejo que também por aqui Lisboa te agrade. A minha Lisboa vista de dentro, fotografada com alma.

LMC