domingo, fevereiro 19, 2012

De Santos à Rocha

Anoitece na velha Lisboa do Tejo - Outubro de 2010 - e a luz vai-se escoando por entre o perfil da ponte e do porto, com as duas gruas Mague atrevidas na Ponta da Rocha, o estaleiro naval e a Liscont, com os seus pórticos e movimentos constantes com as caixas coloridas daqui para acolí...
E mesmo na margem próxima o Cais de Santos a testemunhar as aventuras do aterro oitocentista e os desperdícios marítimo portuários deste século XXI vazio de ideias de mar. E quem sabe a dinâmica EPUL a sonhar fazer aqui umas torres sobre estacas por cima de água. Faltam os navios em Santos, falta a alma de cidade marinheira e atlântica a Lisboa... Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho / No piracy, please. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia

2 comentários:

Rui Ferreira disse...

Muito boa perspectiva.

Rui Ferreira disse...

Muito boa perspectiva e oportunidade.