segunda-feira, julho 24, 2006

GRANDES VELEIROS EM LISBOA



De 19 a 23 de Julho último, Lisboa recebeu uma frota de grandes veleiros que atracaram à Rocha do Conde d'Óbidos e à Doca de Alcântara e atrairam as atenções de cerca de 500.000 visitantes.
Os navios despediram-se do Tejo ontem com um desfile naval muito concorrido, e seguiram para Cádis.
Para quem não teve oportunidade de ver os navios, aqui ficam alguns registos fotográficos.
Texto e fotografias de Luís Miguel Correia - 2006

7 comentários:

zeni disse...

Eu vi!

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

Zeni,

Eu também não dispensei umas boas horas no rio a fotografar tudo e mais alguma coisa...

LMC

zeni disse...

Eu sentei-me numa bela esplanada a apreciar os barcos e as pessoas...

zeni disse...

E quem tem um rio assim, como o tejo, não precisa nem dos barcos, para o apreciar!

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

Zeni,
São perspectivas diferentes. A forma mais deslumbrante de apreciar a cidade de Lisboa é do Tejo, de barco. Entre outros factores , do lado de dentro do rio temos uma luz com melhor definição. Da margem viste os veleiros em contra-luz. Também é bonito, mas não há nada como dentro de água. Experimenta atravessar o rio de Cacilheiro. É lindo.

LMC

cinderela-dos-pes-grandes disse...

Tem razão: é de barco que se aprecia melhor o Tejo! Talvez os rios pertençam aos barcos... ou talvez seja ao contrário, mas o certo é que se completam magnificamente!
Pode ser um cacilheiro, pode ser um iate, pode ser um veleiro... desde que seja BARCO!

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

Sou um entusiasta de navios... desde que me conheço e os comecei a ver e conhecer no Tejo.

LMC