quinta-feira, julho 20, 2006

EMVOLVENTE DA PRAIA DE ALGÉS



O alindamento relativo da Praia de Algés e respectivo passeio marginal prolonga-se até à entrada da Docapesca, sendo frequentado por inúmeros transeuntes em socializações várias e contemplações ribeirinhas.
Limitando a actual Praia fica a Torre que a APL construiu recentemente destinada ao controlo do tráfego portuário (VTS).
Em frente estende-se prazenteira a Trafaria com os seus magníficos silos de cerais e complexo graneleiro portuário. E mesmo ao lado, uma obra Filipina, o Faról do Búgio.
O molhe que vai até à entrada da Docapesca podia estar mais limpo e ordenado, mas já foi pior, não se pode ter tudo, e o local apresenta uma morfologia de transição, se forem avante os projectos da APL para o local, nomeadamente a transformação da Doca de Algés (Docapesca) num ancoradoro para grandes embarcações de recreio e o desenvolvimento de projectos imobiliários de luxo.
Teremos assim dado a volta ao círculo, com a requalificação da Algés ribeirinha para ricos e os pobrezinhos definitivamente despojados da sua Malibú de sonho. Um mundo cruel, sem dúvida. E entretanto lá se acabou a lota de Lisboa e o respectivo peixe fresco, em nome de uma regata que acabou por se concretizar em Valência...
Texto e fotos de Luís Miguel Correia - 2006

1 comentário:

alface rebelde disse...

Ola luis, estava a pesquisar sobre a docapesca, e tropecei no teu simpático blogue. Como vais? Sempre a captar pelos vistos. Bravo!
Não nos vemos há muito. Um abraço , Rita Ventura.